DOBES Archive

MP_Dume_yuxibu_miyuiki
Marcelino tells Eliane a myth about XXX.
MA_Txipax_dabanan
Maria Alarino conta o mito da moça que tinha como marido uma minhoca. Sua mãe ao descobrir o marido da filha matou-o jogando água fervendo em seu buraco. A filha por perder o marido meteu-se mata adentro chamando onças para virem devorá-la : a onça inu (inu keneya) e a onça suçuarana (txaxu inu) vieram ao seu encontro e ficaram come la. Vendo que estava com sua vagina bichada, eles a curaram e em seguida casaram-se come la, com quem tiveram filhos, porém a sogra-onça comeu seus netos. Com isso, seus filhos-onça resolveram queimar a mãe. Esta avisou que ao ser queimada a classe das onças viria ao seu encontro. Assim dito, ao ser queimada, onças diversas apareceram para vingar-se de seus filhos. Estes foram protegidos por um coelho que os escondeu. Porém a morte da onça-mãe/sogra dois grandes eventos apareceram : a ruptura na comunicação entre os animais, que até entao era inteligivel por todos, e o surgimento de dor/doença. Trata-se de um dos mitos fundamentais da sociedade caxinauá. duração: 14 :30.000
MP_Mananan_hiwea
11 :34.000 Marcelino Piñedo fala da plantação de antigamente, com grandes roçados e tudo o que se plantava. Quando a produção era muito grande, o chefe da aldeia chamava as pessoas para organizar o rito da fertilidade, o katxa nawa. Conta um pouco do Ha ika et canta alguns trechos : 00 :05 :52.000 et 00 :08 :21.000
TT_Bini
Tomas talks about different rituals in Spanish and later in Cashinahua. He is interviewed by Eliane.
BT_Berno_Bernabe_casa
Conversa entre Philippe e Bernabé. Este conta que está ensinando o seu filho, Berno, a trançar folha para fazer o teto da casa que está construindo. Som de palha e de vento.
AP_Nete_bekun
The protagonist of the narrative is an old woman.
MP_Hantxa_betsa_betsapa
Marcelino tells Eliane which other groups speak languages he understands and which do not.
BT_Olho_cura
(04 :17.000). Bernabé volta do mato com um problema no olho e Alicia, sua sogra reputada por seus conhecimentos farmacopéicos e xamânicos, faz-lhe uma aplicação de ervas no olho. Isso se passa na casa de Bernabé, onde morava até 2009 Marcelino e Alicia. Neste extrato, observa-se conversa em diferentes línguas entre os caxinauás, ali presentes, Ph. Er. e EC.
PM_Jabuti
This session is one of two in which Paulo Macambira tells three stories from the Cashinahua's oral tradition. It contains the story of the deer and the jabutí. The three stories were elicited by the text "urubú e macaco" from the story collection of Capistrano de Abreu which -according to the author - does not belong to the Cashinahua's oral tradition.
EC_Cashinahua_History
The session contains a collection of 20 texts on Cashinahua history.
JX_MT_Nixpu_pima
Joaquin Xuares tells a myth related to the feast of Nixpu pima. Manuel Tetxiana supplements his narrative. Texerino Kirino writes down what is being narrated. The group is later joined by Noeda Puricho.
EC_Cash_Taller_Scenes
The session consists of scenes from the workshop in which the different Cashinahua teachers discuss the phonemes of their language.
MP_Nawa_nukuniki
Nawa_Nukuni (16 :46.000) Marcelino conta onde viviam os caxinauás antigamente (no alto Envira), antes do contato com os ocidentais, e como eram : usando brincos de grandes conchas de caramujo. Diz também que como eram pacificos quando o governo/FUNAI entrou em contato com eles. Fala da dispersão do grupo, da época que sairam do alto Envira por terem matado Patrice e esposa. Fala também do encontro que fizeram com os marinauás no final dos anos 40.
EC_Lexicon_animals
The session consists of a pdf-document in Cashinahua with a Portuguese translation containing animal terms.