DOBES Archive

MP_Dume_yuxibu_miyuiki
Marcelino tells Eliane a myth about XXX.
EC_MP_Dialogue_health
Marcelino talks to Eliane about several health problems, their symptoms and how to cure them.
BT_Berno_Bernabe_casa
Conversa entre Philippe e Bernabé. Este conta que está ensinando o seu filho, Berno, a trançar folha para fazer o teto da casa que está construindo. Som de palha e de vento.
AP_Basabu_keneya
Basabu keneya is about the origin of a kene which was first applied to the dead bodies of a Cashinahua called Basabu and his brother-in-law who was an Inca. The two had died in a competition where each tried to kill the other with venomenous animals etc. The argument had started because Basabu's younger brother provoked the Incas who had come to visit the Cashinahuas after the two brothers had paid a visit to their sister living among the Incas.
MP_Hantxa_betsa_betsapa
Marcelino tells Eliane which other groups speak languages he understands and which do not.
MP_Hidi_xinu
This narrative tells how a man learns the function of the human sexual organs by observing monkeys having sex.
MM_He_ika
Maria sings He ika songs and explains them to Eliane.
AP_Autobiography
Paco filho de Alicia entrevista a mãe pedindo-lhe para contar a sua vida, a sua autobiografia. Ela fala da aldeia onde nasceu. De sua criação, de sua vida em geral. Canta extratos de cantos (yuan) de ayahuasca.
MP_Yuxindan_miyui
Marcelino tells Eliane about different yuxins.
MP_Huni_yupa
This narrative tells the life of an unlucky hunter.
Family_activities
Cenas de atividades na praia, como a coleta de Marcelino de ‘ovos de tracajá’. Trata-se de uma ida ao roçado da praia para buscar mêlancia, por sinal vê-se uma grande sendo carregada por Marcelino. Sua filha Eda havia ido também para buscar algodão, que ela teceria mais tarde. Há alguns poucos diálogos espontâneos entre eles Há igualmente uma cena de volta à aldeia por uma varação. Vê-se nas imagens, Claudia e Berno, filhos de Eda. Jairo e sua esposa Aurora, e Marcelino
MM_Mai_kentxa
Maria Mateus tells how the clay pan were employed by her ancestors, when she was child.
MP_Yube_nawa_buxka
Marcelino tells Eliane a myth about XXX.
AP_Xenipabu_hiwea
Xenipabu_Hiwea (00 :14 :53.000) Alicia Puricho conta como era a vida antigamente, na época da maloca. Diz não ter visto porém havia escutado contar como viviam. Enfatiza muito o sofrimento das pessoas por não terem mosquiteiro e que era dificil dormir com os insetos que picavam o corpo. Comenta da sujeira da rede por ficar perto do chão e da fumaça do fogo. Conta também que não haviam roupas naquela época e que organizam o rito de iniciação, nixpu pima. Canta alguns trechos de nixpu pima (00 :09 :50.000, 00 :10 :13.000 ; 00 :12 :54.000)
AP_Buna_wa
Alicia decribes the ritual buna wa and she also sings the pakadin (songs sung by men). Este canto buna waa- faz parte da categoria dos cantos txirim (txidin). Estes executados durante uma das festas do txirim chamada buna waa- que significaria literalmente ‘feito adocicado’. Este ritual ocorria durante a epoca de abundancia de banana propria para se fazer minguau de banana (mani mutsa).
Serie_cozinha2
(01 :37.000) Cenas de tomada de mingau de banana, bebida feita com banana comprida madura, e bastante apreciada pelos caxinauás. Pode-se ver Marcelino tomando a bebida e entregando a tigela a sua neta Cláudia que ele interpela por xanun. Há poucos diálogos. Marcelino conta a Ph. Erikson que gostaria de ter ido ao cinéma para ver como é, mas a entrada custava dez réais.
MM_Ti_ika_nawa
Maria tells the myth of Ti ika nawa.